Skip to content

Resgatada após 9 dias sob escombros, gata Vitória continua se recuperando 1 mês após tragédia em Petrópolis, no RJ

Resgatada após 9 dias sob escombros, gata Vitória continua se recuperando 1 mês após tragédia em Petrópolis, no RJ
Gatinha foi encontrada com quadro clínico delicado e passou por diversos procedimentos. Um mês após tragédia, gata teve melhora mas ainda é acompanhada por veterinários e não há previsão de alta.

Um mês após a tragédia que devastou a área central de Petrópolis e deixou ao menos 233 mortos, a cidade e a população ainda buscam forças para se reerguer. As ruas que foram mais atingidas já passaram por limpeza, mas os rastros da destruição vão permanecer na memória das famílias atingidas. Quatro pessoas ainda são consideradas desaparecidas no município da Região Serrana.

Uma das histórias que marcou a tragédia e deu esperança para que pessoas fossem encontradas com vida foi a do resgate de uma gatinha que ficou 9 dias sob os escombros no Morro do Oficina, um dos locais mais afetados.

A gata recebeu o nome de Vitória e desde então recebe cuidados veterinários na CliniPet, clínica de Petrópolis referência para animais resgatados nos desabamentos.

De acordo com o veterinário Guilherme Mayorga, Vitória foi encontrada com um quadro clínico delicado. Ela chegou à clínica com lesões, sem mobilidade e em choque hipovolêmico – situação de emergência decorrente da perda de grande quantidade de líquidos e sangue. Segundo o veterinário, o quadro foi revertido com sucesso e a gata já apresentou melhora, mas ainda precisa de cuidados.

gata vitoria 1
Gata Vitória, resgatada com vida após 9 dias sob escombros em Petrópolis, ainda recebe cuidados veterinários — Foto: Dani Purana/arquivo pessoal
gata vitoria 3
Gata Vitória se recupera bem após 1 mês de desastre em Petrópolis, no RJ — Foto: Dani Purana/arquivo pessoal

“Atualmente apresenta quadro de foliculite profunda, que é uma infecção bacteriana de pele, que irrompe nos folículos pilosos, produzindo furúnculos e celulite, causada pelo trauma e contato da pele com a lama e excesso de umidade. Diariamente as lesões são limpas e tratadas”, explicou Mayorga.

O veterinário disse também que, um mês após a tragédia, as lesões já estão cicatrizadas, o tratamento antibacteriano está na última fase.

“Estamos trabalhando no processo de repilação da paciente. É um tratamento longo e a paciente está sendo acompanhada de perto por nosso dermatologista. Devido as extensas lesões e a necessidade do procedimento cirúrgico de castração pós-tratamento, ainda não temos previsão de alta”, disse.

Adoção após o Tratamento

gata vitoria 2
Gata Vitória é acompanhada por equipe de veterinários em Petrópolis — Foto: Dani Purana/arquivo pessoal

O veterinário disse que não há previsão de alta, mas que após o tratamento, a gata será destinada para a adoção por alguma família de Petrópolis que tenha reconstruído a vida após a tragédia.

“A clínica vai apadrinhar o animal com todo o tratamento que se fizer necessário. Achamos que é uma forma de validar o símbolo que a vitória nos trouxe de persistência, superação e amor a vida”, afirmou o veterinário.

Apoio aos animais resgatados

O Governo do Estado do Rio de Janeiro continua resgatando animais abandonados e doando ração. Desde o início do trabalho, já foram arrecadadas 20 toneladas de ração. O trabalho está sendo feito através da Secretaria de Agricultura, GRAD, e ONGs

Pelo menos 50 animais foram resgatados pelo estado, após a tragédia em Petrópolis, através de uma parceria entre a Secretaria Estadual de Agricultura, responsável pelas políticas Públicas de Proteção e Bem-estar Animal (RJPET) e o Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD).

Um veículo adaptado para banho e tosa nos animais, chamado de “Modo Pet Móvel” também já está na cidade, em parceria com a Fecomércio-RJ e o Senac.

Inicialmente, os animais resgatados estão sendo levados para clínicas veterinárias parceiras e, em seguida, para lares temporários. Após esse momento mais crítico, os animais “órfãos” serão redirecionados para ONGs voluntárias a recebê-los para que sejam colocados para adoção.

Doações

Em parceria com a ONG Rio Eco Pets, vários pontos de doação foram espalhados pelo Rio de Janeiro, além do ponto central do Governo do Estado em Petrópolis. Toda doação será destinada para a ONG Dogs Haven que fica localizada em Petrópolis e faz a distribuição local.

Via: G1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um Comentário

MAIS POPULARES

Recomendados para Você