Cadela faminta trancada em casa por dois meses sobreviveu comendo pasta de dentes

Cadela faminta trancada em casa por dois meses sobreviveu comendo pasta de dentes
Ayla Gilchrist, 23, foi proibida de criar animais indefinidamente depois que sua cadela da raça Husky foi forçada a sobreviver com pasta de dente e água de banheiro quando foi deixada sozinha por dois meses

Uma cruel proprietária teve a coragem de deixar sua cadela se “alimentando” de pasta de dente e tomando água do banheiro depois de trancá-la em uma casa por dois meses.

Imagens angustiantes da cadela da raça do tipo Husky Siberiano chamada Yogi mostram como ela foi reduzida a um “esqueleto ambulante” quando foi deixada sozinha em uma casa cheia de lixo, sem comida ou água.

Ela foi felizmente resgatada pela RSPCA, que a descreveu como o cão mais magro que eles já viram vivo quando a encontraram na propriedade em Loscoe, Heanor, Derbyshire.

1 SWNS DOG CRUELTY 001
Esta pobre cadela parecia um ‘esqueleto ambulante’ depois de ser encontrada trancada em uma casa sem comida ou água (Imagem: RSPCA / SWNS)

Yogi pesava apenas 8,75kg quando foi resgatada, apesar de sua raça normalmente atingir cerca de 30kg quando adulta.

Diziam que ela estava tão fraca que não conseguia andar ou ficar em pé sozinha quando foi encontrada por uma resgatadora de animais, enquanto fotos chocantes dela mostram seus ossos protuberantes e seu estômago completamente contraído.

O tribunal que ouviu os inspetores, descobriram que Yogi estava bebendo água do vaso sanitário – que foi deixado seco – e comia tubos de pasta de dente para ajudar a se manter viva.

0 SWNS DOG CRUELTY 002
A cadela oi abandonada em uma casa cheia de lixo 
(Imagem: RSPCA / SWNS)

Sua dona, Ayla Gilchrist, 23, foi proibida de ter animais indefinidamente depois de admitir três crimes contra o bem-estar animal no Tribunal de Magistrados de Derby.

Ela também foi condenada à uma sentença de prisão de oito semanas, suspensa por 12 meses e condenada a pagar £ 200 pelos custos e uma sobretaxa de vítima de £ 128 em 8 de março.

Os JPs foram informados de como a instituição de caridade animal foi alertada sobre a situação de Yogi depois que um oficial de habitação que atendeu o endereço relatou ter visto um cão gravemente abaixo do peso lá dentro.

A resgatadora de animais Rachel Leafe compareceu em 6 de janeiro do ano passado e pôde ver o Yogi na casa que tinha fraldas sujas, lixo e fezes de cachorro cobrindo o chão.

0 SWNS DOG CRUELTY 003jp
O cachorro agora está em boas mãos com um novo par de donos que o renomearam Honey (Imagem: RSPCA / SWNS)

Em um comunicado, ela disse:

“Ela estava andando, mas parecia muito fraca e instável nas pernas. Eu conseguia ver visivelmente, apesar do pelo grosso, que o cachorro estava muito abaixo do peso. O contorno de cada costela podia ser visto através do pelo, assim como a espinha e os ossos do quadril. O rosto do cachorro estava afundado. Seu estômago estava tão contraído que alguém poderia facilmente envolver as mãos em sua cintura. Não consegui ver comida ou água. Fiquei muito preocupada porque, se a cadela fosse deixada por mais tempo ali, com certeza ela não sobreviveria.”

Rachel ligou imediatamente para a polícia de Derbyshire e com a ajuda deles conseguiu obter acesso à propriedade.

Ela subiu em uma saliência através de uma janela aberta e foi capaz de levantar o cachorro com segurança – pois ela estava fraca demais para pular no parapeito da janela.

Rachel acrescentou:

“Fiquei muito chocada com o quão leve o cachorro era para suspender. Foi como pegar uma mochila vazia. Eu podia sentir o osso do peito, que era muito afiado e proeminente e não havia gordura ou músculo em torno de seu corpo. Ela parecia um esqueleto ambulante e nunca senti um cachorro tão magro que ainda estivesse vivo em toda a minha vida e carreira como inspetora da RSPCA.”

Rachel levou a cadela para um tratamento veterinário de emergência, pois ela estava muito abaixo do peso, desidratada e parecia confusa e fraca.

Os veterinários também encontraram um microchip que revelou que o nome da cadela era Yogi, ela tinha cinco anos e pertencia a Gilchrist no endereço onde foi encontrada.

Durante uma busca na propriedade, Rachel não encontrou comida e água disponíveis para o animal, mas encontrou um tubo de pasta de dente que havia sido rasgado e mastigado.

O veterinário que examinou Yogi disse:

“A única razão pela qual ela talvez tenha permanecido viva por tanto tempo foi porque ela foi capaz de acessar a água em um banheiro no térreo. O cão sofreu um grau inimaginável de sofrimento por um período de pelo menos uns dois meses.”

Após o tratamento de emergência, Yogi foi levada para a filial da RSPCA em Chesterfield e North Derbyshire, onde foi reabilitada.

Ela agora está com os novos proprietários Linda Merrill, 57, e o marido John, 58, em sua casa em Staveley, Cumbria, que a batizou de Honey.

Linda disse:

“Sempre tivemos cães de resgate e eu estava procurando por um, pois tínhamos perdido nosso cão anterior um ano antes.

COMPARTILHE ESSE POST

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on pinterest